O que você não pode deixar de fazer faltando 30 dias para o Enem

como estudar faltando 30 dias para o enem

Nos dias 05 e 06 de novembro será aplicado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2016) em todo o Brasil. Isso significa que os candidatos têm 1 mês para se preparar para a prova.

Pensando nisso, vamos dar algumas dicas sobre o que você não pode deixar de fazer faltando um mês para a prova do Enem:

 

1) Confirme sua inscrição

Vale lembrar que o MEC não encaminha a versão impressa do cartão de inscrição pelos Correios.

Por isso, é importante você acompanhar o portal do participante na página do Inep para verificar se está tudo certinho.

Você pode acessar a página do Inep aqui.

 

2) Conheça o local da sua prova

Nesses últimos dias, reserve em sua agenda uma data para visitar, pelo menos, uma vez, o local onde você realizará a prova. A visita é muito importante para você conhecer a região e decidir qual o melhor jeito de chagar ao local no dia.

Lembre-se que atrasos não são permitidos e os portões são fechados, pontualmente, às 13h (horário de Brasília).

 

3) Documentos

Confira se seus documentos estão todos em ordem para apresentar no dia do exame.

Para realizar a prova é necessário apresentar documento de identificação original com foto. Se você, por algum motivo, está sem documento, vale a pena correr e providenciar.

Também são aceitos: carteira de trabalho, passaporte, carteira de habilitação e certificado de reservista.

 

Não serão aceitos: certidões de nascimento e casamento, título de eleitor, carteira de estudante, crachás funcionais. Cópias de documentos válidos, mesmo que autenticadas, também não são aceitas.

 

O candidato que estiver sem o documento por motivo de perda, furto ou roubo poderá fazer as provas se apresentar um boletim de ocorrência expedido por um órgão policial, no máximo, 90 dias do primeiro dia de aplicação do exame.

 

4) Foque nas suas dificuldades

Claro, sabemos que não é possível estudar todo o conteúdo em 30 dias. Por isso, nesse último momento, você pode focar naqueles que possui mais dificuldade.

Faça exercícios, simulados de provas anteriores e aproveite para tirar as últimas dúvidas com professores.

 

5) Converse com mais experientes

Se você ainda sente aquele frio na barriga pela experiência ainda ser nova, vale conversar com pessoas que já passaram por isso.

Eles podem dar conselhos e informações valiosas que podem diminuir sua ansiedade, além de ser inspirador.

 

6) Fique antenado

Ler jornais, sites e revistas ajuda no desenvolvimento de um repertório para escrever uma boa redação. Garantir uma boa pontuação é essencial para elevar a nota e ter mais chances de disputar vagas em programas, como o Sisu.

 

7) Separe um tempo para relaxar

Agora não adianta correr com o atraso. O preparo para o Enem deve ser feito com antecedência para tirar o melhor proveito dos estudos.

Correr para estudar em cima da hora só vai te deixar mais confuso e perdido.

Portanto, aproveite esse tempo para descansar um pouco e relaxar. O período também deve ser aproveitado para manter a alimentação regrada: nada de exageros.

5 Dicas de como se preparar para o Enem na reta final

estudar reta final enem

Falta pouco tempo para a prova do Enem esse ano e, com a proximidade da data, é normal que o nervosismo aumente. Nessa reta final, muitos estudantes se sentem perdidos e não sabem como aproveitar melhor esse tempo que resta.

 

Por isso, separamos algumas dicas para você otimizar melhor seu tempo de estudo nessa etapa. Confira:

 

1 – Revisões

Você passou o ano inteiro estudando, agora é a hora de usar todas as suas anotações para fazer revisões.

Nesse momento, o importante é focar na revisão do conteúdo e em resoluções de simulados das provas anteriores do exame. Assim, colocará em prática tudo o que aprendeu e ativará a memória para os assuntos que precisam ser lembrados.

 

2 – Incorpore os estudos no seu cotidiano

Para memorizar um conteúdo ou assunto, precisamos revisá-lo em nossa mente várias vezes. Por isso, incorpore em seu cotidiano as principais informações que você precisa decorar, como fórmulas de física ou elementos da tabela periódica, por exemplo.

 

3 – Mantenha-se atualizado

Para se preparar para as atualidades e possíveis temas que podem ser cobrados na redação do Enem, é necessário ficar antenado no que está acontecendo no cenário político, econômico e social.

Mais do que saber sobre o assunto por meio de fontes confiáveis, é necessário entender e fundamentar uma opinião e sustentar seus argumentos.

 

4 – Prioridades

Agora é a hora de analisar e identificar qualquer lacuna que tenha ficado em seus estudos. Veja qual matéria ainda tem pontos a ser estudado ou aquela que você ainda tem alguma dificuldade.

 

5 – Controle a ansiedade

Nesse momento, a ansiedade irá somente atrapalhar. Ela nos deixa nervosos, nosso raciocínio não funciona direito e você não conseguirá se concentrar.

Lembre-se que tudo faz parte da sua experiência como estudante e profissional. Não fique aflito, pois, mesmo que você não vá bem nessa edição da prova, sempre haverá outras oportunidades, além de todo o aprendizado que vai tirar da experiência.

5 Dicas para você se preparar para a prova de inglês do Enem

estudar-ingles-enem

A prova de inglês do Enem não é somente sobre regras de gramática e o básico do vocabulário. O objetivo da prova de língua inglesa é testar se o candidato sabe entender e interpretar os textos.

Acontece que o MEC quer saber qual a capacidade dos alunos em ler e interpretar os textos corretamente, além de testar sua capacidade de raciocínio em outra língua. Por isso, aquelas questões clássicas e simples, abordando apenas o uso do passado imperfeito, ou como se escreve determinada palavra, raramente vão aparecer.

 

Abaixo, vamos listar dicas de como se preparar para a prova de inglês do Enem:

1 – Leia textos jornalísticos

Nas últimas provas do Enem foi usado com frequência textos jornalísticos, como de sites, revistas e jornais. Por isso, pratique esse tipo de leitura.

Sabemos que dificilmente iremos comprar um jornal ou revista em inglês, porém, esse conteúdo pode ser encontrado na internet. Mas preste atenção para os sites, procure aqueles confiáveis.

Ao ler, é importante compreender o título e o subtítulo, pois ficará bem mais fácil de entender o texto completo, e, além disso, a mensagem é passada em poucas palavras no título e no subtítulo.

 

2 – Poemas

Recentemente, o Enem utilizou poemas na prova de inglês e pediu que os candidatos identificassem qual a mensagem o autor queria passar nos versos finais de um poema.

Os poemas, geralmente, possuem um vocabulário mais requintado e vão exigir mais conhecimento do aluno. Procure alguns poemas famosos, e tente identificar as palavras e os sentidos que não são familiares para você.

 

3 – Atualidades

As questões vão abordar temas atuais de interesse social, político, econômico e cultural. Sabemos que estar antenado no Brasil e no mundo faz parte do preparo para o Enem, porém, na prova de inglês será analisado se você é capaz de entender o contexto em outra língua.

 

4 – Gramática

Mesmo que nas últimas provas tenha caído poucas questões sobre gramática, é importante que você saiba ler e escrever corretamente, respeitando todas as normas e regras.

Tenha cuidado com os Falsos Cognatos. Os falsos cognatos são as palavras que parecem em inglês que têm semelhança com as palavras em português, mas apresentam um sentido diferente.

 

5 – Tirinhas

Charges e tirinhas também são usados com frequência para medir a capacidade interpretativa dos alunos. Esse tipo de questão geralmente pede que o aluno mostre ter entendido a piada e encontre uma alternativa que a explica, o que pode gerar confusão na interpretação entre humor e crítica.

É fundamental prestar tanta atenção aos diálogos quanto ao desenho, pois os elementos gráficos dão o tom adequado para entender a situação.

Inscrições do Sisu, segundo semestre 2016, chegam a quase 500 mil

Sisu-enemO número de inscritos no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), segundo semestre de 2016, chegou a 482.111 às 18h desta terça-feira (31). Como cada estudante pode fazer duas opções de curso, as inscrições somaram 931.040.

 

Nesta edição, o Sisu oferece 56.422 vagas em 65 instituições públicas de educação superior. Para participar, é preciso ter feito o Enem de 2015 e não ter tirado zero na redação. As inscrições devem ser feitas exclusivamente na página do Sisu na internet.

 

 

O resultado será divulgado na segunda-feira (6). Os convocados poderão fazer as matrículas nos dias 10, 13 e 14 de junho.
Segue ligue no cronograma para não perder nenhuma data:

Cronograma do Sisu 2016/2

30/05 a 02/06 – Período de inscrições

06/06 – Resultado da chamada regular

06/06 a 17/06 – Prazo para participar da Lista de Espera

10/06 a 14/06 – Matrícula da chamada regular

A partir de 23/06 – Convocação dos candidatos em lista de espera pelas instituições

Candidatos ainda aguardam o espelho da Redação do Enem 2015

espelho redação enem

A inscrição do Enem 2016 já se encerrou e os estudantes ainda aguardam o espelho da Redação do Enem 2015. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ainda não há previsões para divulgação do documento.

 

Na época, estudantes relataram nas redes sociais de que conseguiam fazer o login na página do participante, mas não tiveram acesso ao espelho da redação. O problema é que, desde que as inscrições para o Enem 2016 começaram, em 9 de maio, os candidatos não têm mais acesso à página do participante do Enem 2015.

 

Em dezembro de 2015, a 3ª Turma do Tribunal Regional Federal decidiu que o Inep deveria disponibilizar o acesso ao espelho da redação junto com a nota individual do participante. A decisão foi considerada válida para todo o território nacional e foi acolhida a partir de recurso do Ministério Público Federal (MPF).

 

Porém, em janeiro deste ano, de acordo com a assessoria de imprensa do TRF4, o processo em questão ainda não tinha sido concluído e ainda cabia recurso. O Inep teria sido notificado e teria até 15 de fevereiro para se manifestar. Como o resultado do Enem 2015 saiu em 8 de janeiro e, nesse dia, deveriam sair as notas das provas objetivas e da redação, o espelho da redação não foi divulgado.

 

 

Como funciona a correção da Redação do Enem?

A nota da redação vale de zero a 200 pontos e são avaliadas por dois corretores. Caso a diferença entre as notas dos dois seja maior que 100 pontos na soma total das competências ou maior do que 80 pontos em uma ou mais competências, um terceiro corretor fica encarregado de dar a nota.

Se, mesmo assim, não houver concordância na nota, a redação é encaminhada para uma banca especial, formada por três membros e presidida por um doutor, que atribui a nota final.

 

No Enem 2015, o tema da redação foi “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira”, que teve grande aceitação dos participantes, segundo o ministro da educação, Aloizio Mercadante. Foram corrigidos mais de 5,5 milhões de textos, porém, de acordo com o Inep, apenas 104 candidatos atingiram pontuação máxima (1000). Em 2014, 250 tiraram essa nota.