O que você não pode deixar de fazer faltando 30 dias para o Enem

como estudar faltando 30 dias para o enem

Nos dias 05 e 06 de novembro será aplicado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2016) em todo o Brasil. Isso significa que os candidatos têm 1 mês para se preparar para a prova.

Pensando nisso, vamos dar algumas dicas sobre o que você não pode deixar de fazer faltando um mês para a prova do Enem:

 

1) Confirme sua inscrição

Vale lembrar que o MEC não encaminha a versão impressa do cartão de inscrição pelos Correios.

Por isso, é importante você acompanhar o portal do participante na página do Inep para verificar se está tudo certinho.

Você pode acessar a página do Inep aqui.

 

2) Conheça o local da sua prova

Nesses últimos dias, reserve em sua agenda uma data para visitar, pelo menos, uma vez, o local onde você realizará a prova. A visita é muito importante para você conhecer a região e decidir qual o melhor jeito de chagar ao local no dia.

Lembre-se que atrasos não são permitidos e os portões são fechados, pontualmente, às 13h (horário de Brasília).

 

3) Documentos

Confira se seus documentos estão todos em ordem para apresentar no dia do exame.

Para realizar a prova é necessário apresentar documento de identificação original com foto. Se você, por algum motivo, está sem documento, vale a pena correr e providenciar.

Também são aceitos: carteira de trabalho, passaporte, carteira de habilitação e certificado de reservista.

 

Não serão aceitos: certidões de nascimento e casamento, título de eleitor, carteira de estudante, crachás funcionais. Cópias de documentos válidos, mesmo que autenticadas, também não são aceitas.

 

O candidato que estiver sem o documento por motivo de perda, furto ou roubo poderá fazer as provas se apresentar um boletim de ocorrência expedido por um órgão policial, no máximo, 90 dias do primeiro dia de aplicação do exame.

 

4) Foque nas suas dificuldades

Claro, sabemos que não é possível estudar todo o conteúdo em 30 dias. Por isso, nesse último momento, você pode focar naqueles que possui mais dificuldade.

Faça exercícios, simulados de provas anteriores e aproveite para tirar as últimas dúvidas com professores.

 

5) Converse com mais experientes

Se você ainda sente aquele frio na barriga pela experiência ainda ser nova, vale conversar com pessoas que já passaram por isso.

Eles podem dar conselhos e informações valiosas que podem diminuir sua ansiedade, além de ser inspirador.

 

6) Fique antenado

Ler jornais, sites e revistas ajuda no desenvolvimento de um repertório para escrever uma boa redação. Garantir uma boa pontuação é essencial para elevar a nota e ter mais chances de disputar vagas em programas, como o Sisu.

 

7) Separe um tempo para relaxar

Agora não adianta correr com o atraso. O preparo para o Enem deve ser feito com antecedência para tirar o melhor proveito dos estudos.

Correr para estudar em cima da hora só vai te deixar mais confuso e perdido.

Portanto, aproveite esse tempo para descansar um pouco e relaxar. O período também deve ser aproveitado para manter a alimentação regrada: nada de exageros.

5 Dicas de como se preparar para o Enem na reta final

estudar reta final enem

Falta pouco tempo para a prova do Enem esse ano e, com a proximidade da data, é normal que o nervosismo aumente. Nessa reta final, muitos estudantes se sentem perdidos e não sabem como aproveitar melhor esse tempo que resta.

 

Por isso, separamos algumas dicas para você otimizar melhor seu tempo de estudo nessa etapa. Confira:

 

1 – Revisões

Você passou o ano inteiro estudando, agora é a hora de usar todas as suas anotações para fazer revisões.

Nesse momento, o importante é focar na revisão do conteúdo e em resoluções de simulados das provas anteriores do exame. Assim, colocará em prática tudo o que aprendeu e ativará a memória para os assuntos que precisam ser lembrados.

 

2 – Incorpore os estudos no seu cotidiano

Para memorizar um conteúdo ou assunto, precisamos revisá-lo em nossa mente várias vezes. Por isso, incorpore em seu cotidiano as principais informações que você precisa decorar, como fórmulas de física ou elementos da tabela periódica, por exemplo.

 

3 – Mantenha-se atualizado

Para se preparar para as atualidades e possíveis temas que podem ser cobrados na redação do Enem, é necessário ficar antenado no que está acontecendo no cenário político, econômico e social.

Mais do que saber sobre o assunto por meio de fontes confiáveis, é necessário entender e fundamentar uma opinião e sustentar seus argumentos.

 

4 – Prioridades

Agora é a hora de analisar e identificar qualquer lacuna que tenha ficado em seus estudos. Veja qual matéria ainda tem pontos a ser estudado ou aquela que você ainda tem alguma dificuldade.

 

5 – Controle a ansiedade

Nesse momento, a ansiedade irá somente atrapalhar. Ela nos deixa nervosos, nosso raciocínio não funciona direito e você não conseguirá se concentrar.

Lembre-se que tudo faz parte da sua experiência como estudante e profissional. Não fique aflito, pois, mesmo que você não vá bem nessa edição da prova, sempre haverá outras oportunidades, além de todo o aprendizado que vai tirar da experiência.

6 Dicas para manter a organização nos seus estudos

organização estudos

O ano de vestibular e prova do Enem costuma ser muito agitado na vida dos estudantes. Afinal, é um momento decisivo que irá decidir o futuro profissional de muitos jovens. Entre atividades, provas, resultados, estudos e apostilas, há uma avalanche de conteúdo.

Por isso é muito importante ser organizado com seu material de estudo e também com o tempo disponível. Pensando nisso, separamos aqui algumas dicas para manter a organização nos estudos:

 

1 – Calendário

Em primeiro lugar, você deve organizar seu calendário de estudos. Nele, você deve anotar todas as datas importantes, incluindo, seus compromissos e prazos. Inclua todas as suas atividades e horários. Vale deixar espaços para lembretes e anotações, pois, dessa forma, você pode inserir e remover informações conforme a necessidade.

 

2 – Agenda

Agora que você já organizou seus dias no calendário, está na hora de organizar seus horários. Nada melhor que manter uma agenda bem organizada para se programar. Com uma agenda, fica fácil anotar e classificar as atividades, além de criar listas, lembretes, anotações, datas de provas, etc.

Se você for do tipo mais moderno, pode usar a própria agenda do celular ou o tablet. Mas, se ainda gosta de fazer as coisas à moda antiga, pode usar a boa e velha agenda de papel.

 

3 – Seja Realista

Tenha em mente quais são as suas prioridades esse ano e procure colocar em sua agenda as atividades que é capaz de cumprir.

Ou seja, estipule horários de estudos que poderá cumprir. Não se sobrecarregue demais, pois isso pode comprometer seus estudos.

 

Determine quantas sessões de estudo você precisará e agende-as no seu calendário. Só então encaixe as atividades extras, levando em conta o tempo que leva para mudar de uma para outra.

 

4 – Separando as disciplinas

Depois de organizar as disciplinas, veja quais são os assuntos que você tem mais dificuldade e comece seus estudos por elas. Dessa forma, terá mais disposição e tempo para sanar todas as dúvidas. Guarde os assuntos que possui mais afinidade para o final, o que dificulta a procrastinação depois de meses de estudo.

 

5 – Anote tudo

Não confie 100% em sua memória. Por mais boa que ela seja, sempre corremos o risco de esquecer alguma coisa. Anote tudo, mas faça isso de uma força organizada.

Deixando tudo anotado, você deixa a “cabeça limpa” para se concentrar nos estudos, nas aulas e nos exercícios.

Faça também uma lista principal com tudo que tem que cumprir e transfira aos poucos para sua lista de tarefas diárias, riscando na lista principal o que já foi realizado.

 

6 – Cuidado com atrasos

Um simples atraso logo pela manhã pode comprometer todo o seu dia. Isso pode acontecer quando temos um horário certo para dormir. Para ter certeza de que não irá se atrasar, deixe o despertador longe da cama, assim você é obrigado a se levantar para desligá-lo.

Crie hábitos antes de dormir, como deixar seu material e roupa organizados para o dia seguinte.

Você sabe qual é o seu perfil de estudante? Descubra aqui

estudantes

Muitos estudantes se sentem frustrados quando começam a estudar para o Enem ou vestibular e percebem que não estão conseguindo absorver todo o conteúdo. Acontece que não existe uma pessoa mais inteligente do que as outras, mas que todos temos formas diferentes de aprender. Ou seja, se você está tendo dificuldades para estudar, talvez esteja utilizando um método que não funciona para você.

 

Portanto, sempre é bom descobrir qual seu estilo e qual técnica de estudo é melhor para cada um. Abaixo, vamos listar alguns perfis de estudantes, temos certeza que você vai se identificar com 1 deles. Confira:

 

1 – Escritores

Esse tipo de estudante tem um vasto vocabulário e boa inteligência verbal, além da facilidade em escrever, domina conhecimentos da gramática e interpretação de textos. Neste caso, você pode estudar fazendo anotações dos conteúdos mais importantes. Outra dica é elaborar fichas de resumo para melhorar a fixação da matéria na memória.

 

2 – Exatos

Esses estudantes possuem mais facilidades com matérias como Matemática ou Física e tem um bom raciocínio lógico. Por isso, se você tem esse perfil, uma boa maneira de estudar é separando as disciplinas por gráficos, tabelas ou, até mesmo, organizar os conteúdos por ordem numérica. Utilize seu raciocínio para classificar os assuntos em categorias.

 

3 – Visual

Outros alunos possuem mais afinidade com elementos visuais e costumam relacionar as informações com cores. Geralmente, esses estudantes são mais criativos. Na hora de estudar, é aconselhável usar cores ou imagens para memorizar os assuntos mais facilmente. Outra técnica é fazer uma espécie de “cartão de memória” com desenhos relativos ao conteúdo.

 

4 – Musical

Por fim, existem estudantes que são auditivos e preferem estudar ouvindo músicas para manter a concentração. Ele pode usar essa habilidade para estudar, já que pesquisas comprovam, inclusive, que ouvir música clássica pode facilitar o aprendizado. Outra dica é procurar vídeos e podcasts explicativos e usá-los como ferramenta de estudos.

Conheça 6 inimigos que atrapalham sua produtividade

concentracao3

É muito normal os estudantes terem dificuldades para se concentrar. Afinal, hoje em dia, existem muitos estímulos que podem tirar seu foco. Mas, para ter os melhores resultados nos estudos, basta ter consciência dos motivos que fazem mal para sua produtividade e aprender a controlá-las.

 

Para te ajudar, vamos listar aqui uma lista de inimigos que acabam com sua produtividade:

 

1 – Procrastinação

Esse é famoso “daqui a pouco eu faço” ou “amanhã eu começo a estudar”. Até quando você vai deixar para depois o que pode ser feito hoje?

Às vezes achamos que mais meia horinha na frente da TV ou na internet não farão diferença, porém, no final, você pode ter perdido um tempo valioso que poderia ter sido convertido em produtividade em seus estudos.

Lembre-se que nada vem fácil e que depende de você dar o primeiro passo.

A melhor forma de acabar com a procrastinação é ter disciplina, ou seja, fazer um planejamento e segui-lo à risca, evitando as escapadinhas.

 

2 – Falta de sono

Esse é um erro muito comum que os estudantes cometem, pois costumam procrastinar o dia inteiro e, depois, querem compensar estudando até tarde da noite.

Dificilmente você aprenderá com eficácia se for estudar cansado ou com sono, afinal, precisamos da mente bem ativa e concentrada para aprender.

Além disso, é durante o sono que nosso cérebro absorve todas as informações importantes que foram aprendidas ao longo do dia. Se privar de uma boa noite de sono só irá acumular o cansaço e, consequentemente, sua produtividade cairá.

 

Portanto, não fique acordado até tarde e se programe para dormir, no mínimo, de 6 a 8 horas por noite.

 

3 – Alimentação

Estamos tão acostumados com a correria do dia a dia que nem prestamos atenção na alimentação. Acontece que os alimentos que ingerimos também podem te ajudar ou te atrapalhar nos estudos.

Para que o organismo responda bem todos os estímulos, é necessário se alimentar bem. Escolha alimentos naturais e saudáveis e evite alimentos gordurosos e com muito açúcar.

 

4 – Falta de organização

A falta de organização vai atrapalhar diretamente sua produtividade, pois se você não fazer um planejamento não saberá por onde começar.

Portanto, para ter uma boa rotina de estudos, se organize. Analise como será o seu cotidiano e providencie material, livros e quais as matérias serão estudadas.

Uma das vantagens do Tenho Prova Amanhã é que as matérias já estão organizadas por tema e assunto, assim como os exercícios. Dessa forma, será muito difícil você se perder.

 

5 – Redes Sociais

Atualmente, o inimigo número um da produtividade e da concentração é a rede social. Basta um clique para você se perder com novidades, assuntos, conversas, etc.

Por isso, quando for estudar, deixe esses aplicativos e sites fechados. Mantenha seu celular desligado ou em modo avião, assim evitará que qualquer notificação tire seu foco.

Torne o seu horário de estudos sagrado, e não o interrompa com coisas que nada vão acrescentar ao seu aprendizado.

 

6 – Barulho

O barulho externo pode atrapalhar muito sua concentração. Nossa própria casa é cheia de ruídos e barulhos. Portanto, evite locais com grande circulação de pessoas e opte por espaços isolados e silenciosos.

 

O momento de estudo deve ser encarado com seriedade e responsabilidade. Além disso, você precisa se atentar para fatores externos que podem minar sua atenção. A dedicação é o mais importante para o sucesso estudantil, porém, o fatores externos podem te atrapalhar.